Indicadores de performance: Por que eles são essenciais para a gestão do seu negócio?

Se destacar entre os concorrentes e com excelência fazem parte dos objetivos dos empresário que busca se reinventar no mercado.

08/02/2022

Aprox. 8 minutos de leitura.

Se destacar entre os concorrentes e entregar produtos/serviços de excelência fazem parte dos objetivos de qualquer empresário que busca se reinventar no mercado. Mas, para isso, a empresa deve investir em uma cultura de alto desempenho, condição que só é possível por meio da análise dos indicadores de performance.

Também conhecidos como KPI (expressão oriunda do inglês “Key Performance Indicator”), esses indicadores são um dos pilares da criação da estratégia de qualquer tipo de negócio. Entretanto, não basta ter dados para serem avaliados!

É preciso ter um planejamento cuidadoso na hora de escolher quais serão as métricas e como cada um desses indicadores serão medidos e/ou considerados em decisões estratégicas da empresa.

Para te ajudar nesta escolha, selecionamos algumas informações imprescindíveis que você precisa saber sobre os indicadores de performance.

Entenda o que são os indicadores de performance

Como já apontamos no início do artigo, os indicadores de performance são comumente chamados pela sigla KPI no mundo corporativo. Na prática, eles representam métricas que são utilizadas para quantificar os resultados do planejamento estratégico da empresa.

Mas é primordial ter em mente que esses dados devem estar alinhados aos objetivos dos gestores e não podem ser tratados de forma genérica em relatórios que ninguém deseja ler. Afinal, essa mensuração é uma parte fundamental para ter uma cultura organizacional adequada e alinhada às boas práticas.

Para exemplificar sua importância, imagine que a estratégia do negócio seja uma fileira de peças de dominó, sendo que cada uma delas é um pilar insubstituível. Ou seja, se uma das peças cai, toda a estrutura é afetada!

Por isso, frisamos que deve haver um esforço para que apenas os indicadores de performance mais adequados à realidade e objetivos da empresa sejam escolhidos.

Como definir os indicadores de performance?

Com isso em mente, chegou o momento de aprender a definir os indicadores de performance. Diferente do que acontece com outras questões, não podemos utilizar fórmulas prontas da internet ou aproveitar a mensuração utilizada por outras empresas.

Os indicadores de performance dependem diretamente das prioridades dos gestores e da cultura organizacional de cada empresa. E o que serve para um pode não servir tão bem para outra!

Exemplo: O churn rate é a taxa de abandono de seus clientes. É um indicador interessante em alguns casos, mas é preciso combiná-lo a outros dados se o objetivo da empresa é aumentar o ticket médio.

Até porque não há uma relação direta entre “quem sai sem comprar” ao desejo de aumentar o valor médio de conversão de “quem compra”. Por isso, ter um planejamento estratégico para a definição dos indicadores de performance é primordial!

Só assim, os KPIs estarão diretamente alinhados com os resultados esperados pela empresa!

Então, o que considerar na hora de escolher os indicadores de performance?

O primeiro passo para definir os indicadores de performance é saber onde estão os gaps da empresa - ou seja, quais são os “pontos fracos” da gestão do negócio.

Também é primordial buscar entender quais são as possíveis causas destes problemas e destacar as soluções que sejam mais adequadas para ajustá-los.

Lembrando que todas essas questões devem ter um objetivo a ser alcançado, até para ser o caminho “comum” quando chegar o momento de medir o alcance de todas essas ações.

Além disso, lembre-se de considerar outras questões para escolher os KPIs:

  • Os dados devem ser confiáveis e com uma apuração pautada pela ética e qualidade. Evite utilizar meios de coleta que estejam sujeitos à falhas;
    Todas as informações devem ser concretas e mensuráveis! Não adianta “saber” o que não pode ser lido ou comparado para alcançar um resultado esperado na empresa;
    Os KPIs devem fazer parte da rotina da empresa e facilmente incorporados à cultura organizacional, não dependendo de um gestor específico para isso;
    Os dados devem ser facilmente compreendidos, sempre que necessário, para maior agilidade no alcance das metas;
     
  • Durante a escolha dos KPIs, deve-se ter a sua “função” definida de forma clara e quais ferramentas serão necessárias para ter esses dados;
     
  • Também é primordial que haja a definição de um período limite para apurar os dados, fazer a mensuração e apresentar os resultados;
     
  • Os indicadores de performance também devem respeitar um orçamento que seja viável no momento. Para isso, o empresário deve calcular o ROI (custo de retorno sobre o investimento), considerando todos os custos para a implementação dos KPIs - ferramentas, softwares, treinamento de equipe e outras despesas.

Não tem ideia de quais problemas existem na sua empresa?

Parece impossível, mas não é incomum encontrar gestores que não saberiam responder quais são os problemas mais comuns enfrentados no dia a dia do seu negócio.

Neste caso, a solução não poderia ser mais simples: uma pesquisa de satisfação com os clientes atuais é um caminho simples e rápido para encontrar todos os pontos que incomodam.

Qual é o papel dos indicadores de performance?

Se você chegou até aqui já deve ter entendido que os KPIs têm um papel importante na gestão de qualquer empresa. Eles refletem diretamente quais os objetivos do negócio, o que também serve como base para a construção de uma jornada de sucesso.

Ou seja: o papel dos indicadores de performance é auxiliar a gestão de forma assertiva, guiando o empresário na conquista dos seus principais objetivos.

Para isso, os KPIs indicam necessidade de adequação das metas iniciais à realidade atual da empresa, traz soluções para corrigir o que não estiver funcionando mais e abre caminho para novos métodos.

E isso beneficia a todos: os colaboradores ficam mais motivados, a produtividade aumenta, os gestores têm um apoio concreto para decisões estratégicas, as metas são claras, os desafios ficam mais fáceis de serem enfrentados e os resultados tendem a aparecer de forma mais rápida!

Precisa de ajuda para definir os indicadores de performance na sua empresa?

Se você não tem as ferramentas nem o conhecimento necessário para implementar os benefícios dos indicadores de performance na sua empresa, uma solução é buscar o auxílio de uma empresa especializada.

Com sede em Brasília/DF, a SETE Serviços é uma empresa de Tecnologia que desenvolve soluções inovadoras para a melhoria da Gestão de Empresas, Contratos e Serviços, com base nas melhores práticas disponíveis no mercado.

Quer saber mais? Clique aqui e receba uma proposta personalizada da SETE Serviços!

 

Blog SETE

Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos direto no seu e-mail.

Loading...

Conteúdo relacionado

24/11/2023

Melhores práticas para evitar falhas mecânicas

Acompanhe o artigo para saber mais sobre as falhas mecânicas e confira as melhores práticas para evitar essas ocorrências na sua organização.

10/11/2023

04 motivos para fazer um plano de manutenção

Acompanhe no artigo os principais benefícios que o plano de manutenção pode trazer para o crescimento da sua empresa.

20/10/2023

Estratégias para uma implementação bem-sucedida de um software de gestão

Acompanhe os passos essenciais para realizar uma implementação de software de gestão bem-sucedida e confira os desafios que fazem parte do processo.

13/09/2023

Como a tecnologia pode otimizar a gestão de manutenção industrial?

Confira no artigo como otimizar a gestão de manutenção industrial do seu negócio com o uso da tecnologia e economize tempo e recursos.

06/09/2023

O sucesso das big techs: explorando o universo do Software as a Service (SaaS)

Conheça mais sobre o SaaS das big techs e como as empresas utilizam diversos tipos de softwares para impulsionar seus negócios.

16/08/2023

A Transformação Digital chega à administração pública: Tecnologia que melhora a vida nas cidades

Descubra qual o papel da tecnologia na gestão de infraestruturas urbanas e como ela está tornando as cidades mais inteligentes e sustentáveis.